Thursday, July 12, 2012

Homem




















Sujo, coloridamente, sujo.
Homem sem princípios
Valores perdidos.
Nascido no vazio, 
Do vente frio do interesse.
Crescido sozinho, perdido
Em meio a ninguém.
Perdedor dele mesmo.
Confuso caráter, divisão
Entre azul e preto,
Verdade e mentira.
Sujo, coloridamente, sujo.
Maculado pela droga.
Impuro pelo desamor.
Distante da beleza ilusória
Que apresenta e dispõe
A quem, com ingenuidade
Limpa e doloridamente simples,
Entrega a ele a vida, o sonho e o amor.

No comments:

Post a Comment