Tuesday, June 5, 2012

Engenharia: do que é que estamos falando, afinal? by Tulio Camargo da Silva




Inovação, algo que até há alguns anos atrás era pouco notada e passou a ser um dos pontos mais visíveis e fundamentais de nossa sociedade. Vivemos cercados, podemos dizer até imersos, em tecnologias as mais diversas, e pouco ou quase nada percebemos do conteúdo intelectual e de engenharia que estão colocados ali para nos servir de alguma forma.

Quem ainda não tem, não conhece ou não quer um i-Pod, um i-Pad, um i-Phone com internet 4G? E os “sistemas de imagem” (algo que no passado chamávamos de ‘televisão’), que apresentam filmes em 3D, vídeos e programas diretamente da internet, previsão do tempo, canais interativos e tantas outras comodidades...

Temos contato com a engenharia a cada instante. Quando vamos colocar gasolina no tanque do carro, por exemplo, nem nos lembramos da complexa tecnologia envolvida desde extração na plataforma de petróleo, até a engenharia química necessária para extrair o melhor combustível . Essa mesma engenharia química que fez as baterias de celulares tornarem-se uma fração do tamanho que tinham há alguns anos, e com muito mais capacidade, permitindo-nos usar nossos equipamentos sem nem pensar nisso.

E os serviços financeiros? Capitais movi­mentam-se por todo o planeta com um clique do mouse. Além da comunicação propriamente dita, há uma enorme gama de “serviços financeiros” e mecanismos com graus variados de sofisticação para ajudar a decidir como administrar melhor o dinheiro.
O que nos faz perceber uma outra categoria da engenharia, de gigantesca importância e que az tudo isso funcionar bem: a engenharia de software. Presente em praticamente tudo que é eletrônico, até mesmo em um ‘simples’ forno de micro-ondas (que ajuda você a buscar suas receitas preferidas na internet, e orienta no preparo), até operações que requerem alto grau de confiabilidade e segurança como o controle dos aviões Airbus, e das transações financeiras.

E tudo isso move-se com energia. Seu uso ordenado só é possível com a participação da engenharia em todos os momentos, inclusive com a engenharia ambiental para termos sistemas e operações em um mundo sustentável. E temos de revelar também a engenharia de produção que é a que permite a boa eficiência nas fábricas, entregando todos esses produtos com a qualidade que queremos.

Engenharia, então, é tudo isso, e ser engenheiro ou engenheira é ter a satisfação de poder colaborar e participar um pouco que seja com esse novo e maravilhoso mundo da criatividade e da inovação em todos os campos.

No comments:

Post a Comment