Friday, May 27, 2011

Sexo


Alguém postou no Facebook uma foto onde o casal se acariciava por debaixo da mesa do café da manhã. Li curiosa a mensagem que outro alguém colocou embaixo da foto: “Logo de manhã!!!” Sorri ao ler.  Imediatamente lembrei da frase que ouvira durante conversa com um amigo no dia anterior. Ele reproduzia o que ouviu de outro amigo casado: “mulher faz sexo 4 vezes por mês no máximo, não sente desejo a não ser logo após a menstruação terminar.” Novamente pensei, curioso.

Curioso porque sempre achei que fazer amor ou sexo não tem hora, apenas desejo.  Pode ser ao acordar, quando o sol começa a aquecer a Terra e você sente aquela necessidade de ser atirada para fora de si mesma, numa tentativa louca de começar o dia sonhando. Ou ao anoitecer, quando Selena e a Estrela da Noite aparecem e convidam ao sonho. 

Curioso porque sinto desejo por você todos os dias, toda hora, até quando não está comigo. Desejo que vai invadindo sorrateiramente, e quando vejo estou beijando, tocando e quase carregando você comigo para algum lugar só nosso.

Curioso pois, quando não podemos estar juntos, a dor da saudade não é só da presença, mas também do fazer amor e é quase sólida. Lateja pelo corpo todo e nas noites solitárias, é no sonho com você que alivio essa pressão.

Lembrando disso penso, porque alguns acham que sexo tem hora.? Que existe regra no desejo? Novamente me interrogo. É sexo? Apenas isso?

Percebo então que exatamente nessa resposta está a diferença. A menina que acha cedo para fazer sexo, provavelmente não sabia como era fazer isso com alguém que se ama. O marido que dizia que sexo com a esposa acontecia apenas quatro vezes por mês, certamente deixara de amá-la há muito tempo.

O sexo que faço com você é tão incrível, me deixa tão fora de mim, que não é só sexo. Afinal nunca me senti assim. Lembro de quando o sexo era penoso, aborrecido, triste. Lembro das dores na alma que me provocava. Com você é pura poesia, total entrega.

Quando acordo a seu lado e me toca, o mundo fica esquecido, qualquer pensamento deixa de ser importante, quero apenas me entregar a você. Quando em nossos caminho você me beija, mesmo que suavemente, quero daquele beijo fazer o inicio de algo muito maior, a mescla de você comigo.

Mesmo quando não me toca, apenas olha, algumas vezes sinto como se estivesse em mim e o gozo é tão intenso que o ar falta, a mente turva e o coração dispara.

Você, você é a diferença. A você me entrego todos os segundos, de você nunca me sacio. Para você fui feita. Sempre você.

O que tem de diferente nesse homem que me possui? Nada que os outros aparentemente não tenham, mas tudo que eles não têm. Ele tem seu amor por mim e isso, na forma que ele tem, poucos até hoje conseguiram.

7 comments:

  1. Lindo texto, a muito não lia algo tão bom... nada apelativo e expressa realmente muito do que eu e muitas outras pessoas sentem de verdade... Pra mim o desejo é a extensão do amor, se existe desejo é sinal de que as almas estão interligadas... e quando a gente ama, fala sério... a gente deseja o outro sempre, independente da roupa, do corte do cabelo, do lugar, enfim...
    Beijos...


    @Lalu_Antunes

    ReplyDelete
  2. E agora existe hora certa pra fazer amor? Acho que a hora independe, o importante é fazer um sexo gostoso e prazeroso seja a hora que for!
    Um beijo minha amiga

    ReplyDelete
  3. Uma vez eu disse que amor e sexo eram duas coisas dissociadas mas que, quando juntas, era o melhor encontro do Universo. Parabéns pelo texto.

    ReplyDelete
  4. Eita amor lindo esse!!!!!
    Com um amor assim sexo é bom toda hora...

    ReplyDelete
  5. Diferença de um homem e um moleque: moleque come mulher e o homem ama uma mulher e não usa como se fosse objeto descartável. Ass. Lord Pimpão de Catanduva SP.

    ReplyDelete
  6. Importante reflexão, querida!

    Para certas coisas, pessoas e situações, não há hora nem lugar... apenas a vontade!!

    Beijos!

    ReplyDelete