Sunday, April 3, 2011

Impossibilidades


De repente aconteceu, não esperava, sequer acreditava. Como toda pessoa, apenas sonhava. Então, sem que esperasse, percebesse ou acreditasse aconteceu: você se apaixonou por mim.

Apaixonou? Não, você passou a me amar. Amor verdadeiro e profundo, como diz. Amor impossível como pensa. Amor sem futuro, mas que não cala na alma, mente ou coração.

E quando começou esse amor? Foi naquela curva  ou na serra escondida no meio das árvores verdes que agora eram brancas? Ele começou no momento em que tocou meu corpo ou quando compreendeu minha mente?

Você que disse ser incapaz de amar. Contido em seus sentimentos, irascível na opinião de que amor não serve para nada a não ser fazer sofrer. Agora diz que me ama. Sente minha falta e me quer aí, bem perto de você.

Como pode se entregar assim? Ao sentimento que tanto repudiava, temia e escondia. Como pode agora abrir-se como o céu depois da tempestade e iluminar meu mundo com esse amor.

Sol, Luz, Estrela, Vida., é isso que é para mim. Complemento perfeito de alguém que caminhou sozinha por muito tempo. Parceiro de mente e corpo. Alma e sentimentos.

Diz que gostaria de ter muito para poder me dar mais. Você me dá tanto. Deu vida, consciência de mim mesma, coragem para suplantar todas as pequenas e grandes provas que me oferece a vida. Desde a primeira vez foi você que me estendeu a mão, ninguém mais. E você diz que nada me deu?

Dar-me a vida não é nada? Libertar a felicidade, é sem significado?

E agora, quando entregue ao amor que sinto por você, resignada em amar sem ser amada. Contida em tudo e feliz por pelo menos poder amar você.  Agora que estava habituada a não ser, você me diz, assim, sem rodeios,  “Amo você verdadeiramente e demais, mesmo sabendo que esse amor é impossível.

Olho em seus olhos e digo: "Se é impossível para você é impossível para mim. Não por me ser impossível, mas por ser a você."

Coloco a música que sempre cantou para mim. Peço que feche os olhos e pense em quais são as impossibilidades. Buscamos juntos uma a uma, derrubamos juntos cada uma delas. Resta apenas aquela que nunca imaginei. Aquela que sequer pensei um dia. Resta apenas uma diferença, insignificante par mim, complexa a você.

E eu paro perplexa. Descubro que o que sou é o problema. Ser como sou, ter o tenho torna o impossível real.

Olho em seus olhos com calma. Tento compreender sem conseguir. É amor e amor é compartilhar. É amor e amor é acreditar. É amor e amor  é combinar. Por que não podemos combinar o que somos, temos e queremos?

Você não responde, só diz ser impossível.

Meu sorriso se abre. Movo montanhas, oceanos para estar com você, nem que seja perto, observando.  Você sorri a minha afirmação, diz que existem personagens que cavaram montanhas por seu amor.

Não as cavo. Explodo. Removo tudo de meu caminho para estar com você. Ter sua mão na minha, sua voz em meu ouvido, o perfume e acima de tudo seu corpo com o meu.

Lhe dou tudo que tenho e assim você terá mais do que eu. Pelo menos pensará assim, pois no fundo tenho tudo, pois tenho seu amor aquele  que sempre quis e nunca pensei alcançar. Amor real, infinito e que me alimenta.  Amor de sonhar e realizar. Amor de um homem por uma mulher.

6 comments:

  1. Texto brilhante.. VC tem o dom de se expressar de forma clara, sensível no prende a atenção, parabéns e muito obrigada , pois nos motiva e ler mais, beijos no filhote também.Atenciosamente Ingrid Oberst Vieira

    ReplyDelete
  2. Parabéns, emocionante, tocante e muito reflexivo! Me inspirou algumas idéias e sentimentos! Lindo!

    ReplyDelete
  3. Lindíssimo!!!
    Me fez pensar que a maior impossibilidade pra o amor é justamente o ato de permitir-se amar sem reservas e ser amado pelo outro com a mesma intensidade. Depois de superado este obstáculo, todos os outros tornam-se limitados e insignificantes diante da força desse sentimento.

    ReplyDelete
  4. Excelente! Texto escrito com sensibilidade e beleza!
    Abraço
    @elianabess

    ReplyDelete
  5. Quem nunca passou por isso? Apaixonar-se de tal forma tornando-se num sentimento de amor de proporções imensas... Um amor tão grande, puro e belo que um simples sorriso retribuído traz uma felicidade para toda a eternidade!
    COnsegui ler até o final, e, me lembrei um amor muito forte e impossível que tive aos 15 anos...
    Lindo texto Heleny
    Parabéns

    ReplyDelete