Friday, September 17, 2010

Palavras

Amo as palavras. Sempre apreciei a capacidade que esses pequenos símbolos, as letras, quando combinados podem provocar nas pessoas.

Digo sempre: “A palavras importam. Não esqueça das palavras. Elas marcam a alma para sempre.” Poucos entendem o que isso significa. A maioria continua banalizando as palavras, como consequência o significado e ação delas.

Palavras contêm em sí o príncipio de uma intenção, o desejo de ação. Elas são a materialização de nosso pensamento. Quando as jogamos sem destinação, emoção ou sentido, desperdiçamos. Outro dia ouvi de um amigo do Twitter: “As palavras são tão importantes que antes de proferí-las deveríamos fazer um minuto de silêncio.” E só dizê-las se realmente valer a pena.

Mas não é assim. Fala-se qualquer coisa. Usa-se a palavra para preencher o silêncio, como se fosse um “pecado”  ou "erro" a existência do silêncio. Pessoas, de todos os lugares, tipos, culturas falam e falam, sem saber exatamente o que desejam dizer.

Não se usa a palavra para dar carinho. Aquele gostoso de amigo ou amante. Um beijo sem toque. Abraço que pode ser dado longe ou perto. Não, as palavras são usadas para nada.

Nem o bom dia é real. Apenas formalidade, vazia em sentimento e desejo. E outras palavras somam-se a esse mundo cheio de inutilidades escritas e faladas.

Amantes que dizem "te amo” apenas para conseguir uma noite. Um tempo de companhia. Um mãe que esquece de dizer ao filho que o ama, pois prende-se a outras palavra inúteis que poderiam ser substituídas por exemplos, ações.

E o adeus que nunca é dito completamente. Como se a covardia tomasse o lugar das palavras que deveriam ser proferidas. E o tempo. Tempo que nunca se tem para dizer o que sentimos. Desejamos, Sonhamos. Tempo que não nos permite conversar sobre o mundo e pensar sobre ele. Sim, as palavras ajudam a pensar.

E sem as palavras, vamos correndo para algum lugar. Desconhecido. Sem letras. Sem conhecimento. Saber. Sem as palavras e seu significado vamos nos perdendo em crenças e acreditando que ninguém sabe de nada, nem por quê.

E nesse mundo vamos rodando. Figuras patéticas e apáticas. Distantes da verdade, pois as palavra se tornaram vazias em sentido. Perto do poço escuro da ditatura do não saber. Não compreender. Que nos leva ao não ser.

Quando? Pergunto eu. Quando as pessoas vão entender que as palavras são importantes? O começo das idéias. Expressão e registro delas. Quando serão capazes de ver que está impresso, além dos simbolos, uma simbologia, um significado?

As palavras têm perdido sua relevância. Pois, em um mundo onde ler torna qualquer um rejeitado, esquisito. Um nerd. Onde cada vez mais sabe-se cada vez menos. Palavras são apenas desenhos dispersos na tela, no papel. Símbolos solitários que em poucos casos ainda expressam ideias e desejos. Sonhos e conceitos.  Palavras deveriam ser amadas, saboreadas e desejadas. Compreendidas, apreendidas e guardadas.

São as palavras que nos fizeram humanos. E agora que o somos, esquecemos delas para voltar a ser o quê?

5 comments:

  1. Admiro muuito voc. Ameei seu texto. ;D

    ReplyDelete
  2. Faltou-me as palavras para dizer...

    De modo que apenas a cumprimento e digo que adorei teu blog; é excelente!

    Beijo.

    ReplyDelete
  3. Como as palavras são importantes... Palavras ditas por determinadas pessoas podem nos tocar mesmo sem o toque, sem a presença física, apenas por um telefonema, um texto num email ou em um blog...
    Palavras sempre produzem algo... sejam doces ou ainda que sejam duras e até destrutivas... constroem pontes ou abismos...
    Que bom que você conhece o sentido do uso e que usa de forma tão bela as palavras!

    ReplyDelete
  4. Eu coloquei esse seu textos no meu blog (com sua assinatura óbvil) ok?!
    http://pensamentosereflexoes1994.blogspot.com/
    entra la e se gostar, segue ;)

    ReplyDelete
  5. Entrei no seu blog a seu convite,confesso que fiquei surpresa em encontrar assuntos tão diversos e ricos. Muito bem escritos,diria.. ímpar, pois passa um sentimento muito forte.
    Parabéns que esse presente, permanece sempre, cada vez mais aguçado em sua mente, para podermos continuar a ter diversas formas de como sentir e também refletir.
    Palavras, nossa...........amei, confesso,as perdi por alguns instantes.
    Parabéns.Parabéns e.....
    Grande abraço Enfª Amélia

    ReplyDelete