Monday, August 23, 2010

Cigana



Quem você é? Perguntam, olham de lado e questionam: Você, quem é? Sou aquela que pegou a estrada muito cedo, antes mesmo de saber caminhar. Nasci experiente, pois o tempo que antecedeu ao nascimento foi de dor e sofrimento. Quase desisti no meio do caminho, depois falei: "por que não?". e segui. 

Cresci sabida, tão sabida que de repente me descobri lendo e escrevendo, contando e recontando,  somando, dividindo e multiplicando. Não gostava de subtrair. Tinha medo de tirar e de repente acabar.Quando encontrava alguém diminuindo  sofria, chorava e não entendia a razão de retirar.

Voar era o caminho lógico. Voei assim que pude. Alto, livre e depois o caminhar ficou aborrecido,  tão difcil que o jeito foi vestir a roupa de outros e fazer de conta que não era eu. Sempre que a vontade chegava, voava para longe e aprendia tudo que podia, depois voltava e fingia que de nada sabia.

Fui menina tímida e  sapeca, feia e bonita,  dependia de quem olhava e apontava. Era sabida e boba, criativa,  às vezes comum. Era de tudo um pouco, mas nunca nada.

Da criança fiz a mulher, escolhi a estrada, andei por desvios. Conheci dor e alegria. Cresci, me modifiquei , transformei. Aprendi a simplesmente ser e estar. Ser livre e libertar. Não posso esconder o que fiz, as marcas estão ai e contam minha história. Só que não quero confessar meus pecados. Para quê? Paguei o preço.

Me reconheço em muitos papéis: profissional, amante, mãe, amiga, professora e aprendiz. Sorvo a vida como vem, sem redes para proteger, nem peneiras para separar, de mente aberta, coração leve e alma liberta. Compreendi que quem não quer se ferir deve da vida desistir.

Agora, que começo novo caminho, que de novo estou a experimentar.Voltam a me testar e quesitonar: "Quem é você? Você, quem é?" como se estivessem a decifrar um enigma que se modifica todo dia. Convido-os então a caminhar a meu lado e tentar descobrir.

Faço meu destino. Vivo livre e se mostro algo é porque quero. Não faço acordos. Não cedo espaço. Não choro por quem não me quer. E se quero alguém,  luto. Se meu coração se quebrar na caminhada pego os pedaço e faço outro.

9 comments:

  1. Simplesmente belo!!!!! Voltarei sempre!!!!! Beijos!

    ReplyDelete
  2. Posso dizer com certeza que acabei de ler um belo tabalho de literatura.
    Estou até engasgado com a força desse talento que vem como um vento e sacode agente.
    Parabéns é lindo o teu trabalho.
    Paz ao teu coração e seja feliz.

    ReplyDelete
  3. Absolutamente lindo!
    Parabéns!

    ReplyDelete
  4. Lindo,profundo, intenso, sensível, verdadeiro, pelo pouco tempo que te percebo, te sinto, é VOCÊ! Inteira, sem máscaras, as marcas como um troféu, de quem vive intensamente na melhor expressão e forma da da VIDA! És como já te disse antes, MULHER! Ao ler e reler, me arrepiei pois ainda o SOL teimava por trás da nuvens e eu me vi a escrever Quem é Você? Que tanto me arrebata e me comove!

    ReplyDelete
  5. A dor e o sofrimento faz parte dos vitoriosos. Aqueles campeões que vencem pela batalha, sangue, suor e sacrifício.

    Ser um alguém que todos conhecem, depende muito do preço da sua alma. Como a sua é íntegra e nunca se entrega, o preço é a paciência e o retorno leva tempo.

    Parabéns pelo texto

    MarquesK

    Só o Rock Alivia

    ReplyDelete
  6. Você pode não saber exatamente quem é,porque vivemos em constante mudança mas vou dizer o que você é para mim.
    Faz um mês e quatro dias que te conheço virtualmente mas tenho a sensação de que você faz parte da minha vida ah muitos anos.
    Por diversas vezes me senti uma estranha nesse espaço que chamo de "sociedade" por ver tanta indiferença e falta de amor nos corações das pessoas até que te descobri.
    Você é o amor materializado,as palavras que saem do mais profundo do teu ser antes de ganhar vida no papel ou no blog,já ganham vida dentro de ti e quando elas são expostas,emocionam,encantam e nos faz sentir a sua presença mesmo que estejas longe.
    Não preciso dizer com todas as palavras o carinho e admiração que tenho por ti pois a sua alma sensível já te falou e nem se deu o trabalho de me perguntar rs.

    ReplyDelete
  7. Sempre me impressionam as afinidades que procuramos.

    Sou narcísica e tenho certa fixação por espelhos. Normalmente os espelhos humanos são os que mais interessam pela possibilidade de troca, onde por ventura encontremos diferenças.

    Ler você me faz pensar na graça e na beleza de encontrar gente com os mesmos "planos de vôo", com a mesma sede de visitar o novo, de apreender ou re_encontrar coisas novas (?).

    Cigana...penso que somos tantas...vivemos como a vida permite, alçando vôos, delineando nossos próprios limites, ou não...Em comum temos o gosto pelas inúmeras possibilidades.

    E qual será o bom de viver se não for descobrir a cada dia um novo ser dentro de nós?

    Parabéns pela escolha!!

    Bjks

    ReplyDelete