Thursday, July 1, 2010

Falando, de novo, de AMOR.



Ontem conversava sobre amor. Amor é um assunto complicado, parecido com política, religião e futebol. Espere, não estou desmerecendo o amor ao compará-lo com esses temas,  apenas dizendo que ele também tem diferentes pontos de vista.

Tudo começou quando um amigo do IM disse que estava conversando com uma amiga e ela chorava porque um rapaz por quem tem afeto não lhe "dá bola". Ele me contou, que 'mandou' ela parar com isso, esquecer, seguir em frente. Só que ela não ouvia. Dei risada e disse que quando se é jovem, mulher e pensa estar apaixonada, não ouvimos ninguém. Ele disse que isso não fazia sentido. Ri sozinha. Homens.

Começamos então uma conversa sobre o que é o amor. Primeiro disse que parasse de rir da amiga, que deveria ouvir e esperar até ela achar outro objeto de amor. Ele então afirmou que dor de amor é bom, melhor que outras, na verdade sequer era uma dor. Certamente ele ainda não se apaixonou. Sorri. E fiquei ouvindo, ou melhor, lendo.

Ele queria muito meu ponto de vista. Comentei que considero o amor um sentimento solitário que raramente encontra seu parceiro. Ele disso que isso parecia poesia. Disse que não era poesia. Era algo no que acreditava. Tinha a crença que podemos amar e não ser amados. Entretanto, um dia, todos nós encontraremos aquela alma que nos pertence, um reconhecimento mútuo acontece e depois disso nada mais importa.

Percebi surpresa na pergunta que me fez logo depois: “Você acredita que as almas são criadas aos pares?


"Sim acredito", foi a resposta. Existem almas que estão em perfeita sintonia. Só que isso não significa que ficarão juntas para sempre por aqui. Algumas vezes, o encontro acontece por segundos, mas as modificações são poderosas e duram eternamente.

Ele disse que apreciava meu ponto de vita. Sorri, sozinha na frente do computador, e disse que agora ele compreendia porque eu escrevia romances, histórias sobre amor.

O amor é algo poderoso para mim. Razão para acreditar, viver, aprender, compreender, respeitar. “Para tudo?” Perguntou. "Sim, para tudo."

Apesar de não saber onde minha alma companheira se encontra. De sentir solidão e tristezas vezes. Escrevo para, em um segundo, ter a sensação de que a alcancei. Acredito que amar e perder é melhor que nunca amar.

Meu amigo não acredita que alguém possa não amar. Ele ainda é muito jovem e não se deparou com as pessoas secas. Mortas por dentro.


Para mim o amor é algo profundo. Um sentimento sem justificativas ou razão. Algo que movimenta toda uma nação. Tivemos muitos amores assim na história, literatura e mitologia. Amores que conquistaram impérios e destruiram outros. Fizeram homens e subjulgaram outros.

Muitas vezes o encontramos, mas não reconhecemos. O amor é um construtor, uma energia não um sentimento tolo de cinema ou música. Sem amor, por um ou muitos, nada faz sentido.

Ele questionou se falava do amor a Deus ou a natureza. Sim, também. Mas acredito que uma das formas mais poderosas e expressivas de amor é o entre um homem e uma mulher. Eles podem expressá-lo de várias formas: por olhares, palavras, toques, beijos. E como ele disse, mais que isso. Sim, sexo, a forma perfeita de união entre duas pessoas que se amam. Que dividem mente, alma e objetivos. Uma comemoração de tudo isso através do contato físico profundo.

Quando se tem a sorte de encontrar e viver um amor assim. Nada pode destruí-lo. Distância, religião, idade ou preconceito. Esse amor é poderoso demais e transforma tudo a sua volta.

Assim, meu amigo ficou com sua mente cheia de idéias sobre amor, e eu achei um tema para meu próximo texto. Amor, não vivo sem ele.

6 comments:

  1. Encontrei o seu blog a partir de um comentário que você fez no blog Cafe&Conversa. Por curiosidade entrei aqui e gostei do seu post sobre amor. Ganhastes uma leitora. Beijos! Jéssica Macêdo

    ReplyDelete
  2. Li, reli. Li novamente. E cada vez que concluia a leitura, a vontade era recomeçar, afinal, com palavras sucintas e muito bem encaixadas no desenrolar do texto, você nos mostra a grandiosidade deste sentimento, que só pessoas lindas e maravilhosas de espiríto conseguem entender. Apesar de não ser, como você, expert no assunto, tomo a liberdade de concordar contigo, principalmente quando você diz que o amor entre um homem e uma mulher, representa a grandiosidade deste nobre sentimento: felizes são aqueles que conseguem encontrar e manter sua alma gêmea. Iluminados também são aqueles, que em sua frenética busca, nos brindam com textos tão belos. E mais uma vez sou obrigado a concordar, desta vez com o poeta, que disse: "Deus deu a alma feminina a sensibilidade afetiva, e a masculina, o dom para compreende-la" muito embora, na maioria das vezes, temos sido incapazes de entend-las.

    Bjussss.

    ReplyDelete
  3. Lindo post amora.. Parabéns!!!

    Falar de amOr é sempre um acalento.

    AmOr.. O sentimento mais lindo do mundo!!!

    AmOr.. Não se resume ao romântico, nem ao físico, é a aceitação de tudo o que o outro é, de tudo que foi um dia e de tudo que não é mais.

    Sou definitivamente uma aliada incondicional do amOr!!!

    Super beijO em ti lindOna!!!

    @LunnaRibeiro

    ReplyDelete
  4. Tambem penso como voce, acredito que o proposito da vida e o amor, e sem ele nada faz sentido. E acredito que o amor nao aparece do nada, tem uma porcao de fatores que faz com que o amor aconteca, pois esse amor romantico que conhecemos hoje em dia e algo recente, ate algum tempo atras ninguem ou quase ninguem se casava por amor. Tenho uma definicao de amor que as vezes nao e muito aceita: acredito que amor so existe um tipo, o amor pelas pessoas em geral, o amor pela familia, amor pelas criancas e o amor entre homem e mulher, tudo isso e o mesmo amor, so o que muda e a forma de externa-lo. Parabens. Sucesso sempre. @lucianonunez.

    ReplyDelete
  5. Boa tarde, permita-me...
    Arrancaram o amor de mim como se arranca um pé de mandioca, levaram o conteudo, tiraram tudo, no lugar ficou uma broca.
    Já tomei umas pancadas da vida, o suficiente para nunca mais querer amar, no entanto estou ai apaixonado pelo meu Deus e em seguida amando tudo que ele me dá. belo teu texto, polêmica pura.
    Paz ao teu coração e seja feliz.

    ReplyDelete
  6. Delicioso o texto!!! Numa linguagem quase coloquial, você abordou um tema tão profundo!!! Muito bom, amiga!!! Bjos

    ReplyDelete